Grupo de Pesquisa JOIA: Jogo Invenção Arte.

23 de agosto de 2021 - 16:24

A prática da joalheria é um fator de importância cultural e histórica para a região do Cariri. Parte do seu desenvolvimento econômico se deu em consequência da intensa atividade dos ourives que se estabeleceram em Juazeiro do Norte para atender à demanda crescente de peças tais como medalhas, escapulários, crucifixos, alianças entre outras vinculadas à religiosidade da população. O impulso crescente dado pelo trânsito de romeiros fez com que ruas inteiras se tornassem polos com dezenas de oficinas que, com peculiar qualidade, produziam peças admiradas para além das fronteiras do Cariri. Com isso, entre os anos 40 e 60 passados, Juazeiro do Norte tornou-se uma das referências nacionais neste ramo, tanto pela importância econômica da atividade, mas sobretudo pela bagagem cultural refletida nas competências dos ourives e no conhecimento do ofício investido em representações do cotidiano popular.

LIBÉLULA – PINGENTE.

O Grupo de Pesquisa JOIA (Jogo Invenção Arte) do Departamento de Artes Visuais da URCA, traz em seu nome uma palavra-sigla que já apresenta parte de seu objeto de investigação; a joia. Sendo a produção artística e seus processos de criação dimensões que em sinergia interagem na constituição do objeto artístico, ao abordar a joia temos o privilégio de enfocar aspectos tais como as especificidades “técnicas” do ofício joalheiro, a funcionalidade da joia enquanto estrutura/arquitetura e acessório corporal, bem como a convergência destes elementos nas suas representações constitutivas, naquilo que a joia comunica ou simplesmente transmite como efeito estético.

Pingente-Lupa. Prata e lente de quarto

Dessa maneira, elementos visuais e conceituais são combinados na produção de joias que traduzem/representam ícones e experiências relativas ao contexto do Geopark Araripe e vizinhanças territoriais, estes compreendidos como Umwelten1 de ambiência e cultura.

Acesse a loja do MPPCN para adquirir as peças